Menu
TwitterFacebook
Menu
ECP3 Pró-Serenarium Faltam apenas Faça sua Inscrição!
Intelectualidade na Juventude e Inversão Existencial

Intelectualidade na Juventude e Inversão Existencial

Apresentação. Atualmente a juventude vive repleta de estímulos externos com os aparatos tecnológicos, pressão por estudar dentro da chamada educação de mercado além da valorização do hedonismo pela sociedade.

Jovem. Neste contexto o jovem intermissivista retém série de desafios a serem superados a fim de fazer preponderar os ideais intermissivos aplicados na autoevolução, de modo a se tornar mais intelectual.

Intelecto. Para isso é necessário o investimento na intelectualidade desde cedo, com o exercício constante do mentalsoma (corpo do discernimento) é possível qualificar o autodiscernimento, sendo capaz de manter foco nas atividades e nos objetivos prioritários da vida.

Invéxis. Manter o foco na programação de vida é um dos pilares da inversão existencial, onde o jovem começa a refletir sobre o que pretende fazer para os próximos anos; em que patamar quer estar daqui a 5, 10 ou 20 anos e por meio de um planejamento passa a praticar assistência aos outros intuindo melhorar o mundo ao redor.

Gescons. A melhor forma para o intermissivista intelectual prestar assistência é através da produção de gescons ou gestações conscienciais, produções direcionadas a atender o mentalsoma das consciências podendo ser desde de um escrito publicado até a construção de uma escola.

Assistência. Para o inversor, a intelectualidade deve ser direcionada para a tares (tarefa do esclarecimento) seja, gráfica ou oral.

Autopesquisa. As gescons ganham consistência intelectual quando o jovem passa a ser o próprio objeto de estudo, buscando melhorar o temperamento pessoal através da autotares.

Escrita. Por exemplo, ao colocar os pensamentos no papel compartilha-se experiências pessoais com outras pessoas, esclarecendo a superação de dificuldades encontradas na vida ou propondo soluções para problemas vivenciados no dia a dia.

Produção. Se começar a produzir desde cedo com o tempo o jovem terá acúmulo de dados suficiente para produzir diversas obras de base intelectual. Abaixo são listados, em ordem lógica, 3 tipos de produções:

1.Diário. Registro de percepções ou ideias acumuladas a partir das experiências pessoais, possibilitando definir tema de pesquisa.

2.Artigo. Produção de escrito intelectual com o objetivo prévio a fim de compartilhar a pesquisa realizada.

3.Livro. Acumulação de diversas publicações fruto do desenvolvimento do tema de pesquisa.

Docência. Além da escrita o jovem poderá contribuir através da docência. O hábito de lecionar permite a ampliação dos conceitos abordados, já que ensinar exige antes de tudo compreender
a dificuldade do outro.

Atuação. Diante deste contexto podemos enumerar em ordem crescente de dificuldade possibilidades de atuação do jovem docente intelectual.

1.Escola. O estudante de ensino médio pode ensinar os colegas de turma em dificuldade e ajuda-los a obter boas notas nos exames do colégio.

2.Faculdade. O universitário interessado se pré-dispõe à monitoria de uma cadeira da grade curricular.

3.Conscienciologia. O intermissivista adolescente reconhece a própria capacidade de atuar em sala de aula das instituições conscienciocêntricas contribuindo para o desassédio consciencial.

4.Invexologia. O inversor existencial assume compromisso com a docência invexológica trazendo a experiência de vida para compartilhar com candidatos a invéxis.
Jovem - estudo intelectual em grupoObstáculo. Na invéxis a organização é vital, ainda jovem a conscin apresenta muitas pendências na vida como escolha da carreira profissional, autonomia financeira ou relacionamento afetivo estável. Tais fatores dificultam a disponibilidade mental para a atividade intelectual.

Agenda. Diante disso a elaboração de uma agenda de horários ajuda na autorganização mental atribuindo cada tarefa importante para a vida a determinado horário. Com isso evita-se a preocupação com possíveis problemas visto que cada situação será resolvida a cada momento já programado.

Ilustração. Abaixo está demonstrando um exemplo de agenda de horários capaz de fazer o inversor cumprir seus deveres e ao mesmo tempo se dedicar as “tarefas extras” intelectivas.

Exemplo de Rotina Útil

Dinamização. Como podemos ver a cima, além da docência e da escrita, também passa a ser interessante para o jovem participar de grupos de pesquisa onde poderá debater e trocar ideias com diferentes pontos de vista.

Convivência. A convivência pautada na intelectualidade favorece o amadurecimento mais rápido dos jovens que passam a ser reunir com um objetivo em comum estudar sobre alguma temática.

Grinvex. Dentro da inversão existencial os grupos de pesquisa são chamados Grinvex (grupo de inversores existenciais) onde a convivência está direcionada para a evolução intelectual dos membros com conquistas evolutivas a exemplo da produção de gescons já mencionada a cima.

Leitura. Outro exemplo de ganho de amadurecimento é a leitura, por meio dela o jovem poderá acessar o pensamento de diversos autores em diferentes contextos.

Como se tornar mais intelectual

Classificação. Abaixo são listados 7 tipos de livros de acordo com a obra Como ler Livros dos autores Adler e Von Doren (2010) junto com as respectivas aplicações no contexto da inversão existencial:

1.História. Obras expondo fatos e os contextos culturais de diversas épocas (incluindo biografias) ajudando na pesquisa de vidas anteriores.

2.Filosofia. Obras clássicas e contemporâneas, permitindo o acesso de grandes pensadores do passado e estimulando a abstração.

3.Ciência e matemática. Obras relativas ao estímulo do raciocínio lógico e o entendimento de tecnologias inovadoras e seus potenciais assistenciais.

4.Ciências sociais. Obras que ajudam na compreensão da sociedade intrafísica, possibilitando, por exemplo, a prevenção contra “mata-burros” sociais.

5.Literatura imaginativa. Obras pertinentes apenas quando consideradas referência para a época, muitos best-sellers atuais são ignoráveis.

6.Práticos. Obras relativas a finanças e saúde ou obstáculos a serem superados, auxiliando na sustentação no cumprimento da programação de vida.

7.Narrativas, peças e poemas. Obras apropriadas para quem gosta de lazer intelectual, contudo não tão prioritárias quanto as demais.

Consulta. Vale destacar a importância de se consultar nos dicionários as palavras desconhecidas. O ganho de vocabulário é extremamente útil principalmente para o inversor com propósito de produzir a obra prima intelectual.

Estudo Organizado

Técnica. Além disso pode-se recomendar o cosmograma, a técnica que consiste em fazer recortes de revistas e jornais com tema pré-definido e com isso coletar registros de fatos relatados pela mídia ganhando maior noção e conhecimento do tema de pesquisa. A técnica do cosmograma é debatida e descrita com mais detalhes, no link a seguir:                                

Reflexão. Diante das ferramentas apresentadas a cima, o leitor pode se questionar: Qual o empenho pessoal nas atividades intelectuais?  Compreende a importância de tornar-se mais intelectual em sua própria vida?

Bibliografia

1. Adler, Mortimer & Von Doren, Charles; Como ler livros: o guia clássico para a leitura inteligente; Editora: realizações; São Paulo; SP; Brasil; 2010; páginas 199 a 308.

Igor Martins é estudante de engenharia mecânica, voluntário do IIPC RJ e integrante do Grinvex Rio.

Curta a página da Assinvéxis no facebook e mantenha atualizado de nossas atividades!

O que achou do post? Deixe seu comentário logo abaixo.

0 Comments

Trackbacks/Pingbacks

  1. Best Writing Service - Best Writing Service Get an expert academic writing assistance! We can write any paper on any subject within the tightest deadline.

Deixe uma resposta