A seguir temos seis instrumentos da telecomunicação atual que esclarecem alguns atributos da comunicação consciencial:

1. Satélites: A visão do cosmos nos cobra lucidez quanto a esta realidade. Alimente suas idéias com princípios continentais e vontade solar, seus sentimentos com o sensoriamento da biosfera e ausculta estelar, suas energias através da convivência harmônica entre camadas troposféricas e ionosféricas. Observe seu universo.

2. Fibra Ótica: trazem para dentro do nosso núcleo visceral domiciliar outros universos de experiências. Sensações e sentimentos. Símbolos e pontos de vista: idéias novas. Fique em contato.

3. Rádio: A música sustenta o clima de comunicação. A entoação de sua voz mostra a sinfonia ou a dislalia de seus sentimentos, o ritmo transparece seu psiquismo, a harmonia sua maturidade. Eduque-se. Saiba como, onde e quando ouvir, quando, onde e como falar. Se coloque na posição de seu interlocutor quando ouvinte, experimente ser o receptor enquanto fala.

4. Telefone, televisão: Imagens e expressões chaves desencadeiam reações. Quem adota um lado não tem como conhecer o outro se estiver desligado. Vistorie e use toda a irradiação de sua comunicabilidade.

5. Aparelhagem audiovisual: Recursos didáticos para ensinar. Aprender a usar o máximo de nossos recursos de ensino conscienciais. Tente um novo paradigma. Recupere os cons.

Receba as principais novidades sobre inversão existencial



MULTIDIMENSIONALIDADE. Todos vivemos isolamentos de segundos, meses, ou vidas. Usamos mecanismos de defesa a antipoluições conscienciais. Mesmo o escafandro explorador de águas abissais se comunica com a superfície.
Lembre-se: a consciência não pára também de se comunicar.

AUTOCONHECIMENTO. Escreva em um pedaço de papel oito artefatos de nossa tecnologia humana disponíveis para seu uso. Como eles, não é provável que tenhamos elaborado artefatos conscienciais catalisadores de nossa evolução, durante o ciclo de vivências intrafísicas?

  1. DAVIDOFF, Linda. Introdução a Psicologia. São Paulo: McGrall-Hill, 1983; p. 294-337.
    2. SIAMAR. A Questão Dos Paradigmas. Ntsc; s.d.; (vídeo de 38 minutos).
    3. VIEIRA, Waldo. Projeciologia: Panorama das Experiências da Consciência Fora do Corpo Humano. Rio de Janeiro: Ed. do Autor, 1986; p. 529.
    4. XAVIER, Francisco Cândido. Renúncia. Rio de Janeiro: Federação Espírita Brasileira, C1944; p. 27-28.