Laboratório Serenarium

O Serenarium é um laboratório conscienciológico constituído por estrutura propícia ao estabelecimento de conexão interdimensional destinada à imersão e autoconcentração. O experimento tem duração de 7 dias sendo que em três deles o pesquisador fica em total isolamento no interior do laboratório, o que favorece a autopesquisa, o autoenfrentamento sadio e a reciclagem intraconsciencial.

A estrutura do laboratório tem dois ambientes principais: uma antecâmara onde está o escritório com escrivaninha e materiais destinados à escrita e pesquisa, a mini-cozinha para preparo das refeições e o banheiro; e a câmara principal em formato de semi-esfera destinada à aplicação de técnicas anímico-parapsíquicas. O ambiente da câmara principal possui uma cama extra king-size no centro e uma poltrona, suas paredes são pintadas de azul claro, que de acordo com o tratado Projeciologia, favorece à projetabilidade, e suas medidas (um raio de 4 metros) seguem as proporções da esfera de ação do cordão de prata.

Os principais benefícios obtidos por meio do laboratório Serenarium são a captação de ideias originais, a obtenção de ideias inatas e o aprofundamento no autoconhecimento. O holopensene deste laboratório predispõe à serenidade e ampliação da cosmovisão, com implicações para a aceleração do processo autoevolutivo.

Os interessados em realizar o experimento podem entrar em contato através do e-mail [email protected], ou pelos telefones.

Depoimentos de experimentadores:

É uma câmera de lente de aumento consciencial, sala de espelhos, propulsor da voliciolina, vai fazer diferença.

Telma Crespo, psicóloga

Serenarium: megacâmara de autorreflexão conscienciométrica e consciencioterápica.

Rose Carvalho, nutricionista e psicóloga

Realizar o Serenarium foi um divisor de águas em minha produtividade gesconológica. O que mais caracterizou o meu experimento foi ter vivenciado verdadeiro extrapolacionismo intelectual pró-taquirritmia.

Pedro Fernandes, médico

Câmara multidimensional com foco no aprofundamento.

Luiz Gonçalves, médico

No Serenarium tive a oportunidade de um momento para autoenfrentamento sem interferências externas.

Lisiane Borba, acadêmica de arquitetura