Se você sofre com a “moleza”, saiba como realizar o enfrentamento da preguiça por meio de ações baseadas na técnica da inversão existencial.

A Vontade de Fazer Nada

Gato Preguiçoso
Fonte: Google Imagens

A preguiça, também conhecida como moleza, ociosidade, acídia, falta de disposição ou vontade fraca, é o estado de aversão a atividades que mobilizem esforço físico ou mental. Esse estado negativo, muitas vezes banalizado, pode levar a caminhos indesejados, pois a pessoa deixa de assumir o comando da própria vida, ao invés de realizar o enfrentamento da preguiça.

O descaso acontece tanto em relação a pequenas tarefas diárias quanto a atividades que exijam grande esforço. A evitação frequente do esforço e a fuga de qualquer ato que custe gasto de energias tem como ganhos secundários a acomodação e o conforto. Em contrapartida, a preguiça torna-se altamente prejudicial ao indivíduo ao afetar as diversas áreas da vida como escolar ou acadêmica, profissional e financeira, pessoal e social. 

O baixo desempenho nos estudos, os resultados nulos ou ineficientes no trabalho, a perda de confiança dos colegas e os conflitos familiares devido a falta de colaboração do preguiçoso são resultados previsíveis, pois a realidade pessoal é fruto das pequenas escolhas diárias.

Enfrentamento da Preguiça: Um Caminho Para a Mudança 

Nem tudo está perdido. Apesar de comum, a minimização desta “moleza” pode ser facilmente minimizada, e até superada caso seja feita o enfrentamento da preguiça. A opção pela aplicação da técnica da inversão existencial, por exemplo, exige mudanças de hábitos anacrônicos e imaturos como este desde a juventude.

A invéxis é uma técnica de viver embasada nos princípios da Conscienciologia e pela qual o aplicante prioriza a assistência desde jovem, norteada por um projeto de vida tarístico. Assim, consegue antecipar o desenvolvimento da maturidade e obter resultados não só para ele, mas também para o grupo no qual está inserido. 

Antes de apresentarmos a listagem das dicas para o enfrentamento da preguiça com base na aplicação da invéxis, entenda a diferença entre a vida de alguém que foge de esforço e responsabilidade e a vida de quem se empenha no processo evolutivo por meio da invéxis a partir da tabela abaixo:

Tabela: Cotejo entre características de jovem ocioso e jovem inversor

Jovem ociosoJovem Inversor
Perda de tempoOtimização do tempo
ProcrastinaçãoAntecipação
“Apaga incêndios”Profilaxia
Estagnação evolutivaAceleração evolutiva
BoavidismoResponsabilidade
PassividadeProtagonismo
AlienaçãoRenovação
MarasmoProdutividade
IrreflexãoPlanejamento de Vida
EgoísmoAssistencialidade
HedonismoInteligência Evolutiva
OciosidadeRotina útil
IndisposiçãoBem estar
DesânimoAutomotivação
InfantilismoMaturidade Precoce
DependênciaAutonomia
VampirismoDoação
InérciaProatividade
PessimismoOtimismo
AutonegligênciaAutocuidado
FracassoRealização
MolezaVitalidade
DispersãoPriorização

Agora, já consegue discernir entre os dois modos de viver? Qual deles escolhe para si? Se optou pelo enfrentamento da preguiça, seguem 8 dicas que pode começar a aplicar a partir de hoje.

Mantenha-se informado!

Realizando o Enfrentamento da Preguiça no Dia a Dia

1. Assuma e aplique o que tem de bom

Conheça os seus pontos fortes e os coloque em prática. Assumir o próprio potencial traz responsabilidade, mas também força. Primeiramente liste as qualidades pessoais e depois pense em como pode aplicá-los no dia a dia através de ações e comportamentos. Empodere-se!

2. Priorize a assistência

Ao assumir e usar as qualidades pessoais no cotidiano, priorize a assistência aos outros. Colabore em casa, ajude seus amigos, faça trabalho voluntário. Os resultados interassistenciais ajudam a adquirir confiança na própria capacidade, além de trazer bem estar e motivação. 

3. Defina metas e seus significados

Se não sabe onde quer chegar, é difícil e inútil preencher a rotina com hábitos sadios e evolutivos. Antes de mais nada, defina um norte. A partir do megafoco definido, determine suas metas e então organize sua rotina objetivando alcançá-las. É muito importante ter clareza do porquê de cada meta, o que ela significa e representa para você. Dessa forma, consegue dar manutenção à sua motivação diária.

4. Conheça seus valores pessoais e saiba o que te motiva

Ter clareza dos valores pessoais, além de auxiliar na motivação para enfrentar a preguiça, ajuda a dar coerência às tarefas diárias. Quando suas ações são coerentes com seus valores, você se sente melhor ao apresentar menos auto-conflitos. Os valores servem para orientar as atitudes e decisões pessoais. Nesse mesmo contexto, descobrir o que te motiva a levantar todos os dias e realizar suas atividades é ferramenta essencial para te manter fora da zona de conforto que tanto te limita.

5. Crie rotinas úteis

Crie rotinas úteis para auxiliar na consecução das metas e impulsionar o desenvolvimento pessoal. Comece realizando pequenas mudanças, o mais importante é ter constância. Treine sua mente e seja líder de si mesmo para seguir essas rotinas. Tenha paciência, mesmo que tenha recaídas, continue. Lembre-se de onde quer chegar.

6. Cuide de si mesmo

A saúde é um dos pilares para superar a preguiça. Primeiramente, é necessário saber se existe ou não algum problema de saúde que esteja afetando a sua disposição. Caso haja, iniciar o tratamento será fundamental. Independente disso, ter uma alimentação balanceada, dormir o suficiente, com qualidade e praticar exercícios físicos geram vitalidade e por isso é importante investir seriamente nessas atividades basilares. Além dos cuidados com o corpo, cuide também da sua mente, emoções e energias.

Para a limpeza energética, recomenda-se a leitura do artigo Desassimilação Eficaz: autolucidez e sustentação energética no cotidiano do inversor.

7. Comemore as pequenas vitórias

Comemore as pequenas vitórias diárias! Isso dará força e ânimo para continuar. Para isso, crie recompensas para a conclusão de tarefas, como assistir um filme, comer algo gostoso, assistir sua série favorita ou tirar uma horinha de folga. Os resultados atingidos, por menores que pareçam, são frutos do movimento de mudança e devem ser valorizados. Se dê os devidos créditos.

O que está esperando?  Coloque as dicas em prática e assuma as rédeas da própria vida!

Homem Sem preguiça
Fonte: Google

Gostou deste artigo? Então veja também…