Está em busca de maior organização na sua vida pessoal?

Certamente, fazer um Planejamento de vida desde cedo é o segredo para conseguir uma vida mais produtiva. A técnica da invéxis propõe a organização da própria vida desde a juventude, visando assim aproveitar ao máximo as oportunidades evolutivas. 

 É proposto um passo-a-passo para elaborar o planejamento de vida, de acordo com as seguintes etapas:

Autoconhecimento

Este ponto envolve o aprofundamento em si mesmo e a identificação dos valores pessoais. Sobretudo, descobrir quem realmente é para consequentemente definir o que realmente quer para a própria vida. 

Identificação de objetivos pessoais

Em seguida, nessa etapa é estabelecido o que de fato se quer para a vida, definindo a partir disso portanto, um foco e as prioridades pessoais.  

Metas a curto, médio e longo prazo

Por fim, na última etapa são traçadas as metas a partir do foco estabelecido e desta maneira definidas as prioridades, seguindo um raciocínio de progressão. 

Planejamento de Vida e autoconhecimento

Antes de tudo, para fazer o seu planejamento de vida é necessário se conhecer para saber o que você de fato quer da sua vida. Para isso, a conscienciologia propõe algumas técnicas de autopesquisa:

A) Pesquisa de Traços Pessoais

Neste sentido, o primeiro ponto trata-se de elaboração de uma lista das próprias qualidades (traços força ou trafor) e outra lista com os defeitos pessoais (traços fardos ou trafares). Assim, organiza-se esses traços em 2 colunas para então refletir sobre a melhor forma de utilizar os traços fortes e como superar os traços fardos. Dessa maneira, essa análise permite a identificação das ferramentas pessoais disponíveis para bancar os empreendimentos.

B) Singularidades:

Da mesma forma, é importante identificar a sua singularidade. O que te faz diferente do resto das pessoas? Quais atividades trazem mais satisfação pessoal e realização íntima? Assim, definir quais as áreas de interesse pessoal e a partir disso, como se pode contribuir .

C) Ideias Inatas:

Quais são as ideias que já apresentava na infância? Quais são seus sonhos ainda não realizados?

Essa pesquisa as vezes pode ser feita com a ajuda de pessoas que acompanharam você durante a infância, assim também podem ajudar na rememoração de algumas ideias.

Acima de tudo, para fazer escolhas mais acertadas na vida, algumas perguntas precisam ser respondidas: Quem eu sou? Qual meu objetivo nessa vida? O que é importante para mim? O que é dispensável? Trata-se, portanto, de autodescoberta através do estudo racional e sistematizado de si mesmo, através de técnicas de autopesquisa.

Quais são meus OBJETIVOS?

Ao passo que atualizou-se o processo do autoconhecimento, bem como entendendo agora quem é e o que quer para a própria vida, chegou a hora de estabelecer objetivos pessoais de vida. Todavia, é importante para essa etapa, tentar minimizar as influências externas e então buscar responder intimamente:

O que você quer alcançar nessa vida?

A definição de objetivos pessoais é fundamental para profilaxia dos desvios, evitando desta maneira a perda de tempo ou desperdício de oportunidades.

É Importante saber identificar o que está dentro ou não do caminho selecionado para si. Por exemplo, através da técnica conscienciológica do “Isso não é pra mim”, visto que consiste em selecionar o que de fato pode ser útil ou não dentro do próprio processo.

Os objetivos pessoais podem ser atualizados conforme o desenrolar das coisas, pois, esse é um processo dinâmico, que se transforma concomitantemente ao amadurecimento da pessoa e similarmente à modificação da sua visão de mundo. Contudo é preciso partir de algum lugar para fundamentar as próprias escolhas. 

É provável que se você não fizer suas próprias escolhas, alguém fará por você, podendo incorrer na condição denominada, de acordo com a conscienciologia, por “robotização existencial” (Também tratada pela banda Pink Floyd na música “Another Brick in The Wall”)

Estabelecendo METAS do Planejamento de Vida

Caderno de anotações com várias anotações e esquemas para organização e planejamento pessoal

Por fim, fundamentando-se nos objetivos que você quer alcançar, vamos agora não só estabelecer metas a curto, médio e longo prazo, como também realizar isso de tal forma que funcione como uma progressão de tarefas, sendo por isso a 1 pré-requisito para a 2 , que por sua vez é pré requisito para a 3.

1 (PARA 1 ANO) / 2 (PARA 5 ANOS) / 3 (PARA 10 ANOS)

Em suma, o delineamento progressivo das metas pode ser estabelecido de acordo com cada objetivo traçado. Só para exemplificar, vejamos a tabela abaixo:


OBJETIVO

META 01 

META 02 

META 03 

Objetivo 01: Fazer assistência a outras pessoas através da publicação de livros sobre tema X

Aprofundamento da pesquisa e estudo sobre tema X
(PARA 1 ANO)

Publicação de artigos, monografia, textos sobre tema X
(PARA 5 ANOS)

Publicação de livro sobre tema X
(PARA 10 ANOs)

Objetivo 02: Tornar-se especialista em determinado tema

Graduação na área
(PARA 5 ANOS)

Pós-graduação/ Mestrado na área
(PARA 7 ANOS)

Doutorado
(PARA 10 ANOS)

A lógica portanto é: Para atingir esse objetivo aos 30 anos, onde devo ter chegado aos 25? E nesse sentido, o que devo estar fazendo aos 20 para chegar onde eu quero aos 25 anos? 

Ninguém alcança o planejamento de vida de uma hora pra outra. Ou seja, é preciso uma construção diária, com muita dedicação, priorização e foco nos objetivos pessoais. Conforme o tempo vai passando não só vamos cumprindo as metas propostas, bem como outras novas podem surgir ou algumas já traçadas podem se tornar obsoletas. Por isso é fundamental tornar o projeto de vida igualmente dinâmico e flexível para que se possa adequar as idas e vindas da vida.

Quer entender mais sobre como fazer o projeto de vida para de fato se dedicar aos objetivos pessoais desde a juventude? Acesse o site assinvexis.org/invexologia e entenda mais sobre a técnica da invéxis.

REFERÊNCIAS:

01. Colpo, Filipe; Fundamentos do Maxiplanejamento Invexológico; Conscientia, 15(3): 423-443, jul./set., 2011

02. Nonato, Alexandre et al.; Inversão Existencial: Autoconhecimento, Assistência e Evolução desde a Juventude; Associação Internacional Editares; Foz do Iguaçu, PR; 2011.