Entenda aqui como a adultescência (imaturidade prolongada para a vida adulta) pode afetar sua vida. Além disso, analise se você possui manifestações adultescentes e conheça como é possível otimizar a vida desde a juventude evitando agir conforme este fenômeno.

O fenômeno da adultescência

O fenômeno da adultescência, também conhecido como adolescência prolongada é a manifestação na faixa etária da adultidade de condutas com imaturidade e comportamentos característicos adolescentes.

Essa condição é incompatível com os padrões de condutas de adultos, pois há grande tendência a maior irresponsabilidade e imaturidade girando em torno do mito da juventude eterna.

O mito da juventude eterna é também conhecido como Síndrome de Peter Pan, onde o adulto não aceita a responsabilidade de crescer e deseja viver eternamente em um mundo de fantasias, um faz de conta sem fim.

Uma das características típicas da adultescência é o prolongamento da moradia na casa dos pais, onde o homem ou a mulher, com a premissa de precisar ganhar mais dinheiro para poder sobreviver por conta própria, evita a saída da casa dos pais devido ao medo ou insegurança perante a própria vida.

Um exemplo presente na mídia é a música stressed out da banda Norte Americana Twenty One Pilots, lançada em 2015, é um exemplo que representa a transição da infância e adolescência para a adultidade ainda não aceitada e incorporada nas manifestações pessoais; ou então, para os mais velhos, a faixa I don’t wanna grow up da extinta banda musical Ramones faz representações parecidas. Você concorda que essas músicas fazem apologia ao infantilismo e à imaturidade?

Como a adultescência e a imaturidade podem afetar você

Se você já é um adulto e ainda tem dificuldades de se fixar em empregos ou então arrumar a própria cama, isso pode ser um problema, bem como um indicador da adultescência. 

A manifestação adolescente na adultidade pode trazer prejuízos para a vida no cotidiano como a não fixação em empregos, o que dificulta a consolidação de uma carreira profissional e a conquista de independência financeira para a gestão da própria vida.

Além das dificuldades com a carreira e finanças, a imaturidade pode trazer dificuldades com o estabelecimento de um relacionamento afetivo-sexual estável, monogâmico e saudável, fundamental para o desenvolvimento pessoal em qualquer faixa etária.

Enfrentar as dificuldades como um adulto envolve abraçar as crises de crescimento que aparecem em diversos momentos da vida. É preciso encará-los e até proporcioná-los para adquirir maturidade ante a vida humana. Você se considera uma pessoa madura o suficiente?

10 indicadores de que você pode ser um adultescente

Se você já tem mais de 21 anos de idade, considere analisar os itens abaixo e a comparar com seus hábitos e rotinas; senão, analise do mesmo modo para poder amadurecer mais rápido:

  1. Colecionismo inútil: tem como hobby colecionar brinquedos de criança ou artefatos que não possuem propósito algum para a vida.
  2. Negligência: ainda negligencia afazeres domésticos ou compromissos inadiáveis como pagar contas, trabalhar e cuidar das finanças pessoais.
  3. Vestimentas: ainda se veste inadequadamente expressando a rebeldia juvenil em ambientes formais e informais.
  4. Envelhecimento: se sente desconfortável e não aceita o envelhecimento e as mudanças fisiológicas no próprio corpo.
  5. Atenção: mantém atenção saltuária própria de uma criança e não procura melhorar com ajuda profissional.
  6. Amizades: mantém rede de amizades ociosas, ou aqueles amigos que só querem ir para a balada sem compromisso com a vida.
  7. Rebeldia: mantém rebeldia juvenil sem aprofundamento na compreensão da própria intenção e das reflexões pessoais.
  8. Fuga: foge das oportunidades de renovação íntima ou reciclagens intraconscienciais sempre quando confrontado com uma dificuldade ou crise de crescimento.
  9. Ficação: ainda é adepto da ficação, com parcerias esporádicas sem chance de consolidação de um relacionamento afetivo-sexual saudável e durável.
  10. Hedonismo: ainda vive despreocupadamente tendo a satisfação dos prazeres momentâneos como única meta de vida.

Conheça 5 atividades para evitar a imaturidade na fase adulta

Com o objetivo de ajudar você entender mais sobre a adultescência e comportamentos imaturos, separamos 5 atividades que vão lhe ajudar a evitar essa condição:

1. Dissociação da dependência afetiva e financeira dos pais através do desenvolvimento do autafeto e independência econômico-financeira. 

2. Assunção das responsabilidades pessoais e sociais.

3. Orientação mental por compromissos.

4. Desenvolvimento afetivo-sexual monogâmico sadio. 

5. Planificação de metas evolutivas.

Como otimizar a vida desde a juventude e acelerar a maturidade

É possível ser mais responsável desde a juventude e otimizar a vida ao máximo objetivando a evolução da consciência, através de metas bem definidas e planejamento de toda uma vida mais linear sem dogmas ou repressões.

Na Conscienciologia existe uma técnica evolutiva chamada Técnica da Invéxis, ou inversão existencial, que visa otimizar a vida humana ao máximo, desde a juventude, de modo a cumprir uma programação de vida com êxito.

A invéxis é totalmente contrária à adultescência, pois desde cedo se começa a assumir mais responsabilidades consigo e com os outros através da escrita, do esclarecimento, da assistência, das metas evolutivas e reciclagens íntimas.

Com a inversão existencial e a antecipação da assistência para a juventude se adquire mais experiências de vida e criticidade, contribuindo para o desenvolvimento da maturidade perante a vida humana e a evolução pessoal.

Se você sente que tem algo para fazer na vida e tem afinidade com as ideias apresentadas aqui, entre contato conosco através do e-mail [email protected] para mais informações sobre a técnica da invéxis e muito mais.

Veja também:

1. Como a vida intelectual dinamizada pode ajudar o jovem a amadurecer mais rápido 

2. A Vida de Florence Nightingale: Análise Invexológica 

3. É possível ser maduro desde a juventude?

4. Técnica da invéxis