Você está no momento de vida de decidir qual profissão seguir? Sabia quais aspectos podem te auxiliar a escolher sua profissão.

A escolha de qual profissão seguir é um momento muito determinante e importante na vida de qualquer jovem. A escolha do curso superior no momento do vestibular (criar link para o texto das dicas do vestibular), e a escolha da área ou setor profissional a ser seguido mais adiante, com cursos profissionalizantes, investimentos, áreas de maior dedicação e experiências e o network pessoal. De modo geral, essas são escolhas que marcam a vida humana, pois a maior parte das pessoas passa 1/3 do tempo de vida no trabalho.

Algumas questões são importantes a serem consideradas, principalmente porque a pessoa jovem tem pouca experiência de vida, e precisa refletir para tomar essas decisões em fase ainda imatura da vida, por isso algumas ilusões e distorções são comuns.

Qual profissão seguir? Jovem estudando para alguma profissão.
Fonte: Pixabay

A escolha do curso superior é diferente da escolha de qual profissão seguir. Um curso superior pode servir de base para muitas profissões, e uma mesma profissão pode ser realizada por pessoas com cursos superiores diferentes. E outra questão é que você não tem uma única chance para acertar. É muito comum que as pessoas escolham um curso superior, e com algum tempo percebam que não era a decisão mais acertada, e então modificam. Assim como a profissão pode ter muitas fases, a depender do momento de vida, e pode mudar ao longo do tempo.

Separamos 5 dicas para auxiliá-lo a expandir a reflexão sobre qual profissão seguir:

Finanças e pé-de-meia

Tenha em mente que a sua profissão é o seu sustento financeiro. É bom, inclusive do ponto de vista evolutivo, que você possa se sustentar com tranquilidade. A evolução consciencial nesta dimensão física material depende da energia do dinheiro. Voto de pobreza é ilusão. É importante que sua profissão consiga atendê-lo para viver a sua vida, sem monopolizá-lo. Pesquise como é o mercado de trabalho, salários e renda média, carreira e aposentadoria da profissão em questão, lembrando que a profissão poderá ser o meio para alcançar o pé-de-meia.

Escolha da carreira profissional assistencial

Existem diversas profissões que lidam diretamente com assistência a outras consciências. Em profissões como medicina, enfermagem, psicologia, pedagogia, por exemplo, a pessoa poderá ganhar dinheiro e trabalhar enquanto fazem assistência aos outros. Essa associação diminui o gap do dia-a-dia entre profissão e metas evolutivas.

Os valores pessoais

Os seus valores pessoais são características da sua intraconsciencialidade que norteiam suas decisões de vida, e suas escolhas cotidianas. Seus valores são a bússola que movem você. Todos temos valores positivos e alguns negativos. Certamente, antes de escolher a carreira profissional, vale à pena você refletir sobre quais são os seus valores. Todas as suas escolhas de vida, incluindo a profissão, devem considerar os seus valores pessoais.

Essa reflexão é o que previne, por exemplo, que uma pessoa que tem valores como a lucidez e a assistência aos outros, escolha como profissão ser empreendedor em indústria que lida com manipulação de massas, ou com propaganda enganosa, ou que uma pessoa que tenha o valor do contato com a natureza escolha uma profissão no meio business que terá que ficar preso à cidade grande a maior parte do tempo.

Mantenha-se informado!

A rotina profissional

Antes de escolher uma profissão, você precisa conhecer a sua rotina, o dia-a-dia. Muitos jovens escolhem uma carreira profissional por uma visão idealizada, ou motivados pelo processo emocional, por alguns momentos raros que aquela profissão pode proporcionar.

Por isso, vale a pena conhecer profissionais em atividade, conversar sobre o cotidiano da profissão, e se possível, visitar o local de trabalho e passar um dia observando na prática como é o trabalho. Qualquer profissão tem prós e contras. Porém, a ideia aqui é você conhecer a si mesmo, as suas vontades pessoais, e procurar uma profissão que atenda às suas necessidades.

Todas as características devem ser consideradas, como local de trabalho (fechado ou aberto, fixo ou com viagens), rotina diária (burocrática e repetitiva ou diferente a cada dia), material de trabalho (biológico, pessoas, relações, máquinas, processos, documentos), expediente (horário comercial, se trabalha à noite, aos finais de semana), forma de contratação, etc.

Escolha uma profissão motivadora

Ainda na linha da dica anterior, ao observar o dia-a-dia do trabalho, você poderá escolher uma profissão que dará prazer em trabalhar. É desagradável trabalhar em uma profissão que você não gosta e não se sente motivado. Procure uma profissão na qual você veja significado, e que esteja relacionada com seus talentos e habilidades pessoais.