Sérgio Vieira de Mello ficou conhecido como um brasileiro que exerceu a função de Alto Comissário das Nações Unidas (ONU). Para se atingir tamanho prestígio, é preciso de muitas qualidades. Neste artigo falaremos sobre os principais traços-força de Sérgio e sua relação com a juventude e Invexologia, especialidade científica que estuda a técnica evolutiva chamada inversão existencial.

Notas Biográficas de Sérgio Vieira de Mello

A princípio, é importante sabermos quem foi Sérgio Vieira de Mello. Sérgio foi um Alto Comissário das Nações Unidas, nasceu no Rio de Janeiro em 15 de Março de 1948, filho dos brasileiros Gilda dos Santos e Arnaldo Vieira de Mello, diplomata brasileiro, e faleceu em 19 de Agosto de 2003 em Bagdá devido a um atentado contra a sede local da ONU.

Sérgio Vieira de Mello durante atuação na Organização das Nações Unidas (ONU)
Sérgio Vieira de Mello, ex-comissário das Nações Unidas (ONU)
In memorian: 15 de março de 1948 a 19 de agosto de 2003
Foto: Google Images/ AP

Destacou-se na carreira de funcionário das Nações Unidas (ONU) e como Alto comissário das Nações Unidas para os Direitos Humanos principalmente pelo seu brilhantismo intelectual de cunho pragmático e eloquência na resolução de conflitos em missões humanitárias e de manutenção de paz em diversos países ao redor do mundo. 

Nesse sentido, atuou em alguns dos principais conflitos mundiais de 1971 à 2003, passando por Bangladesh, Camboja, Líbano, Bósnia e Herzegovina, Kosovo, Ruanda, Timor-Leste e Bagdá. Sendo então, considerado a pessoa certa para resolver qualquer problema.

—> Leia também: A polêmica Greta Thunberg e a liderança na juventude

Análise dos traços-força de Sérgio Vieira de Mello

Sérgio Vieira de Mello manifestava diversos traços marcantes em sua personalidade, tanto traços-força (trafores) quanto traços-fardo (trafares). Assim, destacamos, especialmente, alguns deles por possuírem proximidade com traços a serem desenvolvidos pelos aplicantes da técnica da inversão existencial.

Confira, a seguir, 10 traços de Sérgio Vieira de Mello que todo inversor pode desenvolver:

1. Abertismo Consciencial

O abertismo consciencial é a curiosidade intelectual para conhecer e compreender novas ideias, idiomas, culturas, filosofias de vida. Nesse sentido, essa característica foi essencial nas negociações diplomáticas realizadas com o Khmer Vermelho, no Camboja, ao praticar Tétum, língua oficial do Timor-Leste, para se aproximar da cultura e do povo no trabalho de transição democrática.

2. Auto-organização

A auto-organização se refere à organização pessoal dos pensamentos, das ideias, das ações e dos objetos ao redor. Esse traço auxilia na compartimentação de blocos de atividades, otimizando o foco na prioridade escolhida, assim como no caso do trabalho realizado por Sérgio na guerra da Bósnia, em Sarajevo, onde concentrou seus esforços naquilo que lhe era atribuído fazer.

3. Carisma

O carisma é a capacidade de atrair respeito, admiração e amizades, sendo importante para o desenvolvimento dos relacionamentos interpessoais, da liderança e do trabalho em grupo.  Nesse sentido, Sérgio conseguia se relacionar com qualquer pessoa, relatado em todas suas missões. Para a invéxis, o carisma também está relacionado, diretamente, com a capacidade de aglutinação através das bioenergias, portanto, essencial para o exercício da liderança assistencial.

4. Comunicabilidade

A comunicabilidade se relaciona à eloquência e o poder de síntese, bem como a capacidade de se expressar de modo assertivo pela escrita e pela fala.  Como Alto Comissário das Nações Unidas, foi preciso realizar negociações com as principais lideranças envolvidas em conflitos.

5. Determinação

A determinação é a capacidade de persistir até alcançar um objetivo de modo enérgico. De acordo com o Coordenador Humanitário das Nações Unidas, fazia parte da personalidade do Sérgio Vieira de Mello tentar chegar a uma solução, tentando de novo em vez de se livrar dos problemas. 

Sergio Vieria de Mello em viagem ao oriente médio
Sérgio Vieira de Mello
Foto: Google Images

6. Erudição

A erudição é definida como a expressão do conhecimento através do acúmulo de cultura e conhecimento geralmente adquirido através da leitura e das viagens, sendo um dos fundamentos da técnica da invéxis. Assim, Sérgio Vieira de Mello possuía erudição na área de diplomacia e filosofia que foi sua formação acadêmica. Portanto, a erudição é uma das metas do inversor existencial visando alcançar maior visão de mundo e conhecimento para ampliar a assistência. 

7. Adaptabilidade

Se refere à capacidade de se adaptar a diferentes contextos, ter elasticidade nos eventos do cotidiano. Esse é um traço a ser desenvolvido pelo jovem a fim de se adaptar à nova vida e administrar melhor as variáveis ao redor, levando a vida de eito. Nesse sentido, Sérgio mostrou sua adaptabilidade como administrador da ONU para o Timor Leste na transição da independência da Indonésia para uma democracia.

8. Poliglotismo

O Poliglotismo é a aptidão para falar várias línguas, importante para a ampliação da visão de mundo através do conhecimento e de diversas culturas ao redor do mundo. Assim, Sérgio Vieira de Mello falava fluentemente inglês, francês, italiano, português e espanhol, além de falar basicamente o tétum, dialeto timorense. 

9. Pragmatismo

É a análise dos fatos através de uma abordagem prática. Em outras palavras, o modo de agir mais prático em oposição ao teórico. Essa qualidade ajuda o inversor existencial a desenvolver a teática – acrônimo para teoria e prática – e a verbação, o verbo precedido pela ação. Nesse sentido, Vieira de Mello era conhecido pelo seu pragmatismo flexível.

10. Traforismo

Traforismo é o ato ou atitude de priorizar ou destacar em primeiro lugar os traços-força, trafores, e características positivas de si mesmo, ou de alguém. Esse traço auxilia os aplicantes da invéxis a trazer o lado positivo, de modo realista, das pessoas e situações, e como resultado, facilita a interação e a interassistência. Sérgio Vieira de Mello possuía uma visão traforista sobre sua rede de relações, e além disso, marcadamente o respeito como característica adjunta ao traforismo.

Agora que você viu alguns dos principais traços-força do Sérgio Vieira de Mello e a correlação dos traços com a técnica da invéxis, vamos entender melhor a Invexologia ou a ciência que estuda a aplicação e sistematização da técnica da invéxis.

—> Leia também : Vida de Isaac Newton: análise sob uma nova perspectiva

Juventude e Invexologia

Afinal, o que tem a ver a Invexologia com a Juventude e o Sérgio Vieira de Mello?

A Invexologia é a especialidade da ciência Conscienciologia que estuda a aplicação e sistematização da técnica da invéxis.

A técnica da invéxis é uma técnica evolutiva para toda a vida que se inicia até os 26 anos de idade, de modo a planejar toda a vida humana sob a ótica do paradigma consciencial a fim de alcançar a completude da programação existencial ou programação de vida, estudada e planejada previamente no curso intermissivo antes de renascer.

A juventude é o período mais crítico das pessoas, uma vez que, há predominância de comportamentos mais instintivos e a facilidade que se tem para comprometer a própria vida e se desviar dos trilhos da programação existencial. 

Portanto, a invéxis se inicia desde jovem para realizar a profilaxia dos desvios de programação existencial, bem como otimizar a vida humana ao máximo através de técnicas evolutivas para acelerar o desenvolvimento da consciencial.

Sérgio não aplicou técnica evolutiva

Sergio Vieira de Mello não foi um inversor existencial, mas foi um exemplo da potencialidade do ser humano quando aplica corretamente seus traços-força desde cedo em prol da assistência aos outros.

Ele desenvolveu vários traços que são muito importantes para os aplicantes da técnica da invéxis, conforme a listagem que fizemos acima. Além disso, muito de sua história mostra uma tendência a realizar a assistência em larga escala, o que é uma característica bastante admirável numa consciência. A assistência também é um dos fundamentos mais importantes da inversão existencial.

No entanto, por hipótese, se Sérgio Vieira de Mello tivesse aplicado a inversão existencial, poderia ter ampliado ainda mais a sua assistência a humanidade, visto que poderia ter evitado comprometimentos a longo prazo que muitas vezes limitam a nossa atuação na programação de vida.

Outro ponto que a invéxis poderia ter ajudado Sérgio Vieira de Mello seria no desenvolvimento do parapsiquismo. A partir do parapsiquismo, quem sabe Sérgio poderia ter percebido as energias que culminaram no ataque a base da ONU em Bagdá e assim ter evitado sua morte trágica? Com o investimento na psicometria, que é o fenômeno de percepção das energias das pessoas e ambientes, é possível entender melhor os contextos em que estamos inseridos e assim potencializar ao máximo nossa existência nesta dimensão.

De qualquer maneira, Sérgio foi um brasileiro admirável, o qual podemos estudar sua biografia para aprendermos a desenvolver mais nossas próprias capacidades.

E você, já conhecia Sérgio Vieira de Mello? O que acha desta personalidade?

Sérgio Vieira de Mello adolescente segurando o sobrinho no colo

Sérgio na adolescência segurando o sobrinho no colo. Foto: Arquivo pessoal do sobrinho André (mesmo da foto) cedido à ONU.

Eaí, gostou do artigo? Então, recomendamos a leitura do artigo Precocidade Assistencial e dos seguintes textos:


1. Nonato, Alexandre, et al. Inversão Existencial: autoconhecimento, assistência e evolução desde a juventude. Foz do Iguaçu: Editares, 2011.

2. Power, Samantha. O homem que queria salvar o mundo: uma biografia de Sergio Vieira de Mello. São Paulo: Companhia das Letras, 2008.

3. Sarmento, Wagner. Sergio Vieira de Mello: o legado de um herói brasileiro. São Paulo: Olhares, 2018.

4. Marcovitch, Jacques (org.). Sérgio Vieira de Mello: pensamento e memória. São Paulo: Editora

5. ONU. Conheça Sérgio Vieira de Mello e sua trajetória no trabalho humanitário. Disponível em:< https://nacoesunidas.org/conheca-sergio-vieira-de-mello-e-sua-trajetoria-no-trabalho-humanitario/>. Acesso em: 02/05/2020. 10h58.

6. ONU. Sobrinho de Sérgio Vieira de Mello lembra história do ex-comissário da ONU no Dia Mundial Humanitário. Disponível em:< https://nacoesunidas.org/sobrinho-de-sergio-vieira-de-mello-lembra-historia-do-ex-comissario-da-onu-no-dia-mundial-humanitario/amp/ >. Acesso em: 02/05/2020. 12h25.